14 de ago de 2014

O que trabalhar nas creches? - Berçário I e II

OBJETIVO
Desenvolver harmonicamente os aspectos físicos, psíquicos sociais do bebê, respeitando sua maturidade emocional.Desenvolver a psicomotricidade da criança através do corpo e do movimento.

ATIVIDADES
· Estimulação tátil (acariciando o bebê sempre que possível e conversas diárias).
· Estimulação visual, através de objetos coloridos, que permitam o manuseio com as mãos e a boca.
· Estimulação de movimentos como se arrastar, engatinhar para buscar um objeto. Incentivar também o andar, segurando-o com as mãos.
· Estimulação verbal conversando com a criança todo o tempo, brincando e sorrindo.
· Introdução de alimentos com a paciência do professor, pois a adaptação nem sempre é fácil.
· Trocas de roupas e fraldas contínuas, sempre que for necessário.
· Banhos agradáveis, acompanhados de conversas e músicas.
· Músicas gestuais e cantigas de roda (sentados).
· Exercícios com bolas e brinquedos de encaixe, quando a criança apresentar maturidade.
· Incentivo a fala.
· Imposição de limites, dizendo não, toda vez que a criança colocar em perigo si mesmo, os colegas, tias e o ambiente escolar.

ETAPAS IMPORTANTES DO DESENVOLVIMENTO INFANTIL

Com 01 mês:
· Levanta o queixo.
· Mantêm as mãos fechadas.
· Olha indefinitivamente.
· Olha o rosto das pessoas que o observam.
· Fixa o olhar na luz.
· Emite sons guturais.

Com 02 meses:
· Levanta o tórax.
· Movimenta braços e pernas.
· Olhar acompanha objetos e pessoas em movimento.
· Sorriso social quando recebe atenção.
· Olhar se demora no horizonte.

Com 03 meses:
· Rola da posição de lado para a de costas.
· Olha em todas as direções.
· Não fixa atenção por muito tempo.
· Tenta pegar objetos.
· Sorri.
· Emite sons de vogais.
· Sustenta a cabeça.

Com 04 meses:
· Senta com apoio e mantêm a cabeça firme.
· Mãos abertas.
· Olha imediatamente um objeto que se move.
· Murmura e ri alto.
· Brinca com as mãos e roupas.
· Reconhece a mamadeira.
· Começa a levar objetos à boca.
· Tende a rolar.

Com 05 meses:
· Quando sentado mantêm a cabeça ereta e firme.
· Se sentado, apanha objetos
· Reconhece as pessoas.
· Pode estranhar estranhos.
· Sorri ao se ver no espelho.
· Emite gritos.
· Preensão precária.

Com 06 meses:
· Permanece sentado com o tronco ereto, se tiver apoio.
· Gosta de balançar objetos.
· Agarra objetos com as mãos.
· Gosta de olhar no espelho.
· Estende os braços para os pais e pessoas que gosta.
· Quando deitado segura os pés e brinca com os dedos levando à boca.

Com 07 meses:
· Senta-se com apoio e permanece ereto por pouco tempo.
· Segura um objeto em cada mão.
· Passa objetos de uma mão para outra.
· Sacode chocalho.
· Vocaliza sons e escuta a própria voz.
· Brinca com os pés.
· Aceita alimentos sólidos e estranha pessoas não conhecidas.

Com 08 meses:
· Sentado, permanece ereto, porém inseguro.
· Levanta-se com ajuda.
· Emite sons e parece gostar de ouvir a própria voz.
· Pronuncia sílabas simples.
· Morde e chupa os brinquedos.
· Busca com insistência os brinquedos fora de seu alcance.

Com 09 meses:
· Pode começar a engatinhar.
· Senta-se firme sem apoiar.
· Explora e manipula objetos.
· Vocaliza sílabas repetidas.
· Troca sorrisos, atende ao seu nome e ao não.
· Leva à boca e morde tudo que apanha.
· Mantêm-se em pé apoiado.
· Come bolacha; segura a mamadeira.

Com 10 meses:
· Permanece sentado firme por tempo indeterminado.
· Engatinha.
· Levanta-se sozinho com apoio.
· Começa a soltar os objetos.
· Vocaliza dá-dá, mã-mã, uma ou duas palavras.
· Faz adeus e bate palmas.
· Tende comer sem ajuda, com colher.
· Atende ao seu nome e ao não.
· Faz brincadeiras simples como esconde-esconde.

Com 11 meses:
· Anda com ajuda.
· Pronuncia uma ou outra palavra.
· Compreende o som de algumas palavras.
· Repete palavras.
· Estende o brinquedo para outra pessoa, em geral sem soltar.
· Bebe um pouco de água já da xícara.

Com 12 a 15 meses:
· Começa a andar sozinho.
· Anda cambaleante.
· Gosta de atividades, de andar.
· Coopera ao vestir.
· Reconhece o nome de pessoas conhecidas.
· Quando se vê no espelho, vocaliza.
· Brinca sozinho e já tem objetos favoritos.
· Repete algumas palavras.
· Fica de pé sozinha. Dá alguns passos sozinhos, com todas as articulações flexionadas, sem direção definida. Vai da posição deitada à de pé, sem apoio.
· Solta facilmente. Come com a colher, mas desperdiça boa quantidade. Preensão palmar cruzada.
· Constância formal.
· Constrói torres de dois blocos (cubos de 2,5 cm).
· Pára de levar as coisas à boca.
· Primeira palavra pronunciada corretamente. Não baba mais.
· Reage ao seu próprio nome. Compreende que todas as coisas e todas a pessoas têm nomes.
· Estende as pernas quando esta sendo vestida.
· Emprega a mão dominante com mais freqüência.

Com 15 a 18 meses:
· Caminha bem sozinho.
· Começa a correr, cambaleante.
· Senta-se sozinho em cadeira infantil.
· Sobe e desce com ajuda, ou sé engatinhando.
· Tem mímica muito expressiva.
· Esforça-se para chutar a bola.
· Desenha um traço.
· Vira folhas do livro: 2 ou 3 por vez.
· Gosta de puxar e empurrar brinquedos.
· Constrói uma torre com três cubos.
· Com só, deixando cair.
· Pronuncia cerca de dez palavras e indica desejos nomeando objetos.
· Mostra o nariz, os olhos, o cabelo.
· Imita varrer, ler jornal.
· Compreende ordens e pedidos simples.
· Pode iniciar uso do peniquinho.
· Começa a testar os limites que lhe são impostos.
· Sobe escadas.
· Caminha com os pés separados.
· Bebe na caneca sozinha.
· Frases de uma palavra.
· Localiza rapidamente os sons. Compreende algumas frases simples.
· Compreende onde a bola foi quando ela rola para fora de seu campo visual.

Com 18 a 24 meses:
· Corre bem.
· Chuta a bola.
· Atira a bola com a mão.
· Constrói torres de 4 a 7 cubos (sete cubos com 24 meses).
· Alinha cubos.
· Vira páginas de uma a uma.
· Imita traços verticais e circulares.
· Coloca blocos em um tabuleiro, indiscriminadamente.
· Identifica 3 a 5 desenhos.
· Começa a cortar com tesoura.
· É demorado às refeições e ainda brinca com a comida.
· Abre armários, tira objetos das gavetas.
· Acompanha com gestos o que ouve e vê.
· Reconhece-se no espelho.
· Canta (atrapalhado).
· Dramatiza situações simples com bonecos.
· Negativismo acentuado.
· Tem senso de posse.
· Refere-se a si mesmo pelo nome.
· Veste peça simples.
· Compreende perguntas.
· Faz brincadeiras paralelas.
· Desce escada engatinhando para trás.
· Sobe escada de pé, sozinha, segurando no corrimão. "Corre" desajeitadamente.
· Caminha lateralmente. Caminha para trás. Chuta uma bola. "Salta" desajeitadamente, quando segura por ambas as mãos.
· Come com uma colher. Arremessa, mais sem direção definida.
· Vira as figuras da maneira correta, de cabeça para cima.
· Imagina coisas que não pode ver.
· Ajuda a despir-se.
· Leva a mão a um lugar dolorido.
· Balbucia, imitando o tom e ritmo da mãe. Repete sons.
· Frases de duas palavras.
· Compreende frases curtas. Localiza sons em outra sala.
· Aponta para algumas partes do corpo.
· Consegue associar banheiro/defecação, banheiro/micção.

OBJETIVOS SÓCIO-EMOCIONAIS
  • Desenvolve hábitos de asseio: pedir para ir ao banheiro, lavar as mãos, limpar o nariz, etc.
  • Habituá-lo a usar os clichês sociais. Exemplo: Por favor, muito obrigado, com licença, etc.
  • Permitir que a criança seja independente. Deixá-la explorar ao máximo os objetos e brinquedos.
  • Levar a criança a brincar com os outros do grupo.
  • Fazer com que a criança não fixe em um único colega.
  • Mante-la ocupada.
  • Levar a criança a participar das atividades de grupo.
MINI – MATERNAL OBJETIVO
Promover o desenvolvimento físico, psíquico e social da criança respeitando sua maturidade emocional.Incentivar o uso do raciocínio através de atividades recreativas que valorizem a auto estima do aluno.

ATIVIDADES
  • Controle dos esfíncteres, de forma gradativa e com grande paciência e estímulo/incentivo por parte do professor.
  • Higiene Bucal apõe as refeições, estimulando e incentivando para o uso da escova.
  • Alimentar-se sozinho, com ajuda do professor, aos poucos as crianças aprendem a levar a colher sozinho à boca.
  • Introdução de alimentos sólidos, onde aos poucos as crianças deverão se alimentar normalmente, como as crianças maiores, tirando a sopa e a fruta.
  • Estimulação do próprio corpo,m identificando e nomeando as partes do corpo. Pode utilizar músicas e brincar de lavar a boneca. No banho também nomeia-se o corpo.
  • Garatuja: folhas em branco, onde a criança poderá pintar com lápis, giz de cera e/ou guache (tomando muito cuidado para não levar à boca e aos olhos).
  • Exercícios de encaixe, sempre incentivando para que a criança acerte. De início o professor deve ajudar a criança, até que ela consiga associar a forma ao buraco.
  • Jogos de bola em rodas, promovendo a integração social, onde a criança deverá joga-la para o amigo, dizendo o nome (ou dito pelo professor).
  • Trabalhos manuais com massinhas e argila, deixando que estes manuseiem bastante.
  • Incentivo e desenvolvimento da fala, onde o professor deverá conversar e estimular para que a criança consiga manifestar o que quer, não permitindo que ela só se manifeste por gestos.
  • Ampliar seu vocabulário, conversando diariamente, com a criança sobre os aspectos do dia-a-dia.
  • Incentivar e permitir a fala da criança em todas as atividades possíveis, falando corretamente com a criança. Mostrar à criança a conveniência de falar em voz baixa, trabalhando com a criança o saber escutar.
  • Apresentação das cores.
  • Trabalhos com músicas gestuais, cantigas de roda e dança, estimulando partes do corpo.
  • Contos de histórias curtas.
  • Coordenação motora livre, como rasgar papel, brincar de massinha, etc.
  • Brincadeiras de imitar os adultos, como escovar os dentes de bonecas, fazer comidinha, ir as compras, banho de bonecas, etc.
  • Explorar o ambiente escolar, mostrando árvores, passarinhos, parquinho, etc.
  • O uso do parquinho diário, pois nessa idade a criança tem bastante energia e grande dificuldade de concentração, por isso todas as atividades devem ser curtas e com bastante estímulo/incentivo por parte do professor.
  • Imposição de limites e boas maneiras, dizendo "não" à criança, toda vez que colocar em perigo si mesmo, os colegas, tias e o ambiente escolar.
  • Traçados simples: Coordenação Motora.
  • Formas Geométricas: círculo, quadrado e triângulo

OBJETIVOS SÓCIO-EMOCIONAIS

1. Desenvolve hábitos de asseio: pedir para ir ao banheiro, lavar as mãos, limpar o nariz, etc.
2. Habitua-lo a usar os clichês sociais. Exemplo: Por favor, muito obrigado, com licença, etc.
3. Permitir que a criança seja independente.
4. Deixa-la explorar ao máximo os objetos e brinquedos.
5. Levar a criança a brincar com os outros do grupo.
6. Fazer com que a criança não fixe em um único colega.
7. Mante-la ocupada.
8. Levar a criança a participar das atividades de grupo.

OBSERVAÇÕES:

CARACTERÍSTICAS:

Aproximadamente 2 anos.
  • Egocentrismo.
  • Descobertas: tato, movimentos, formas, pessoas, texturas, reprodução de sons, andar, comunicação, etc.
  • Coordenação Motora: abrir, fechar, empilhar, encaixar, puxar, empurrar, etc.

TIPOS DE BRINCADEIRAS:
  • Brincadeiras referentes à educação sensório-motora (sentir/executar).
  • Exploração, canto, perguntas e respostas, esconder.




Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...